Uniube realiza V Encontro Setembro Azul 100% on-line

14 de setembro de 21
1 / 1

O V Encontro Setembro Azul: as pessoas surdas e os direitos humanos acontece nesta quarta-feira (15). O evento tem o objetivo de destacar o mês mundialmente conhecido por comemorar as lutas e conquistas das comunidades surdas, o Setembro Azul. Ele conta com a interpretação simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e para a Língua Portuguesa. O encontro é aberto, totalmente on-line e as inscrições devem ser feitas pelo link: https://uniube.br/curso/presencial/extensao/2941.


O tema do evento "As pessoas surdas e os direitos humanos" tem o intuito de celebrar os cinco anos de realização do Encontro Setembro Azul. "Queremos proporcionar um momento de diálogo e de reflexões acerca dos direitos humanos das pessoas surdas e não surdas, do direito à dignidade humana, do direito à liberdade, dos direitos à participação na sociedade em igualdade de oportunidades. Entendemos que esses sempre foram imprescindíveis e  são ainda mais, num momento em que o mundo inteiro se reinventa e, com isso, a Educação passa por profundas mudanças", continua Simone.


O mês de setembro representa nacional e internacionalmente um momento de reflexão e celebração das conquistas da comunidade surda. "A cor azul da campanha representa dois momentos que marcaram essa comunidade. O primeiro, a opressão vivenciada no passado, e o segundo momento, o atual, traduzido pela cor azul turquesa, representa a riqueza linguística e cultural de uma comunidade que tem alcançado seu espaço social na equalização de direitos e no fortalecimento de uma sociedade mais humanizada e democrática", explica a coordenadora do evento, docente e intérprete de Libras da Uniube, Simone Rocha Pereira.


A pessoa surda, segundo o Decreto 5.626/2005, é aquela que, por ter perda auditiva, compreende e interage com o mundo por meio de experiências visuais, manifestando sua cultura principalmente pelo uso da Língua Brasileira de Sinais - Libras. "A Língua de Sinais é considerada o maior meio de expressão das pessoas surdas, a representação da identidade de um povo, pois permite a ele o acesso à educação, às informações e à participação na vida em sociedade. De acordo com os princípios da Convenção dos Direitos Humanos da ONU, por sua vez, regulamentada no Brasil pelo Decreto Nº 6.949/2009 e a Constituição Brasileira, as pessoas surdas têm seus direitos garantidos por lei".


O Evento contará com a seguinte programação:


19h25 às 20h40


Palestra: Os direitos humanos das pessoas surdas: pela equidade social, cultural e linguística


Palestrante: Dr. Charley Pereira Soares.


20h45 às 21h45


 Palestra: Valores humanos na contemporaneidade por uma sociedade verdadeiramente inclusiva


Palestrante: Prof. Me. Fabiano Roberto.