XVIII SEMC E II SEMEX tiveram a apresentação de 200 trabalhos

10 de novembro de 17
1 / 5
2 / 5
3 / 5
4 / 5
5 / 5

A Universidade de Uberaba (Uniube) promoveu nesta semana o VXIII Seminário de Iniciação Científica (SEMIC) e II Seminário de Extensão (SEMEX). Os dois eventos aconteceram simultaneamente e contaram, juntos, com a apresentação de 200 trabalhos. Além das sessões de apresentação oral, os eventos proporcionaram, também, palestras que visaram incentivar a pesquisa, extensão e inovação.


A professora da Universidade de São Paulo (USP), Dra. Lilian Tan Moriyama, fez a palestra de encerramento com o tema “Inovação com responsabilidade social: quando a academia faz a diferença”. Para ela, a persistência do aluno na pesquisa que desenvolve é de extrema importância.  “O que a gente quer é que aquele imposto que a pessoa paga, que financia as nossas pesquisas e se transformam em uma inovação, chegue de alguma forma até a sociedade. É isso que eu vim mostrar aqui hoje para o pessoal. Tentar motivar os alunos que estão fazendo iniciação científica, que persistam nas suas ideias olhando lá na frente como público-alvo, como caminho final da pesquisa dele, a sociedade”, reforçou.


O avaliador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), também docente da USP, prof. Márcio Mateus Beloti, compartilhou um pouco da experiência que teve durante a graduação: “Ter feito iniciação científica me levou gradativamente ao mestrado, ao doutorado, ao pós-doutorado e, consequentemente a contratação na Universidade de São Paulo. Então o contexto da pesquisa para quem tem interesse no âmbito acadêmico, ele é fundamental”.


Ele também reforçou que o aluno deve buscar a área que mais se identifica. “Quando eu dou minha primeira aula na graduação e a minha primeira aula é para alunos do primeiro ano, eu faço questão de comentar com eles a possibilidade de realizarem estágio em iniciação científica, para que já comecem a buscar um eventual interesse por alguma disciplina. Então, ele precisa ser curioso e ter disponibilidade para trabalhar e um afinidade por uma disciplina que ele está cursando”, explicou Beloti.


Com a participação de mais de 400 alunos, dentre os que apresentaram trabalhos e os que se inscreveram como ouvintes, o evento superou as expectativas. “Mais uma vez foi um sucesso! Tivemos uma palestra de abertura muito boa, uma mesa-redonda que foi muito interessante com a experiência de pesquisadores jovens. As apresentações foram ótimas, muito elogiadas pela comissão do CNPq e a palestra de encerramento que fechou com chave de ouro”, destacou o coordenador de Programas e Projetos de Pesquisa, professor Geraldo Thedei Júnior.


 


Menção Honrosa


Ao final do evento os alunos que tiveram os melhores trabalhos apresentados, receberam a menção honrosa. Alunos foram selecionados por avaliadores externos presentes em cada sessão, que levaram em conta o conteúdo e o desenvolvimento na apresentação.


A seleção serve como um incentivo para que os estudantes possam investir cada vez mais nos projetos e trabalhos apresentados. Os alunos que tiveram o trabalho selecionado, receberam um certificado, que visa acrescentar ainda mais ao currículo do estudante. “Essa premiação é muito importante para os alunos porque estimula ainda mais que o estudante se insira na comunidade. São os avaliadores de fora indicando menção honrosa para esses trabalhos que estão sendo desenvolvidos e trazendo mudanças para a comunidade”, esclarece a coordenadora da Extensão, professora Maria Theresa Laguna.


 


Os seminários


O SEMIC tem como objetivo divulgar as atividades de pesquisa a partir dos trabalhos realizados por alunos dos cursos de graduação da Uniube e de outras instituições de ensino superior da região e do país, além de avaliar o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) da Uniube, bem como os alunos vinculados a ele, promovendo ainda, o intercâmbio e a integração ensino/pesquisa das diversas áreas das instituições participantes.


O SEMEX é voltado para estudantes do Ensino Médio, acadêmicos de graduação e de pós-graduação, professores, pesquisadores e profissionais das diferentes áreas do conhecimento, visando promover a divulgação dos programas, projetos e ações de extensão, que são executados internamente, na Universidade, e, externamente, quando realizados por alunos da Uniube e de outras Instituições da região e do país.