Uniube Uberlândia realiza II Olimpíada de Raciocínio Lógico

10 de junho de 21
1 / 10
2 / 10
3 / 10
4 / 10
5 / 10
6 / 10
7 / 10
8 / 10
9 / 10
10 / 10

Texto por: Prelo Comunicação



A atividade complementar foi realizada de maneira remota e consistiu em 10 questões objetivas de múltipla escolha para serem resolvidas em, no máximo, 40 minutos. Inclusive, todos os inscritos realizaram a avaliação no mesmo horário, determinado pela Universidade. O objetivo da competição é estimular nos estudantes um maior interesse por disciplinas quantitativas, tomadas de decisões lógicas e tarefas extracurriculares, proporcionar diferencial de conhecimento em provas e concursos, entre outros benefícios.


A Olimpíada de Raciocínio Lógico da Uniube contou com premiações. O primeiro lugar foi contemplado com 1 kit Uniube: 1 tablet (premiação ofertada pela empresa Start Química) e 1 fone de ouvido personalizado. O segundo e o terceiro lugar receberam 1 kit Uniube e créditos. Todos os participantes ganharam créditos para o PIAC (Programa Institucional de Atividades Complementares).


A estudante Paolla Tereza Santos conquistou o primeiro lugar e afirmou ter sido uma experiência maravilhosa. "É através de atividades como esta que desenvolvemos as habilidades de interpretação, organização de ideias e resolução de problemas, o que, de fato, é muito importante para o profissional e um diferencial no mercado, já que devemos estar preparados para qualquer situação. No meu ponto de vista, é de suma importância que a Universidade continue com eventos como este, porque, além de contribuírem para a vida cotidiana, nos incentivam a buscar mais conhecimento e aprimoram a interação com o corpo docente", completou a aluna.


Já a acadêmica Luciana Perpétuo Mendes garantiu o segundo lugar e destacou que a Olimpíada foi muito importante por estarmos vivenciando um período de vulnerabilidade social e a universidade utilizar-se da tecnologia para incentivar os alunos a fazerem atividades extracurriculares é muito válido. "A iniciativa promove a difusão de conhecimento e estímulo ao aprendizado. Foi o que aconteceu comigo, uma vez que, ao final do curso, passei a olhar os concursos públicos de forma diferente e me dei conta de que a graduação é apenas uma porta de entrada para um longo caminho a ser percorrido. O raciocínio lógico estimula a memória, a criatividade e a destreza, a fim de desenvolver a capacidade de concentração. Com isso, alcançamos bons resultados em todos os aspectos da vida humana", complementou a estudante.


A universitária Renata Araújo Mariz obteve a terceira colocação e acredita ser muito importante que a faculdade promova eventos tais como a Olimpíada, pois eles despertam o interesse dos alunos. "Gostei muito de ter participado do evento, que teve boas questões de raciocínio lógico e uma ótima organização por parte dos representantes da Uniube", disse Renata Araújo.


O professor e diretor do curso de Engenharia Civil da Uniube Uberlândia, Carlos Barreiro, contou que a Olimpíada de Raciocínio Lógico é uma ação pedagógica para reforçar conhecimentos quantitativos e qualitativos trabalhados nos cursos. "Vale destacar que o processo - pensar, elaborar e decidir - é atualmente um diferencial para o mercado de trabalho, para os negócios da esfera profissional e para a vida pessoal. Nossa expectativa é a de que a Olimpíada de Raciocínio Lógico também propicie ao estudante o aumento no interesse por variáveis quantitativas, o incentivo para a tomada de decisões lógicas e que possibilite um incremento e um diferencial de conhecimento em testes de seleção, concursos, provas, vestibulares e outros desafios do cotidiano", esclareceu o diretor Carlos Barreiro.