Uniube Uberlândia desenvolve práticas na área de preservação do entorno do Marileusa

02 de julho de 19
1 / 3
2 / 3
3 / 3

Os alunos do curso de Engenharia Ambiental da Uniube Uberlândia realizaram atividades de coleta, análise e estudo do solo na área de preservação do entorno do campus Marileusa, como parte dos requisitos da disciplina de Manejo de Solos. O objetivo foi trabalhar com análises em laboratório de química para determinação de matéria orgânica, pH e condutividade elétrica e na área de física do solo para a caracterização textural das diferentes amostras.


De acordo com o coordenador do curso, professor Fabrício Pelizer, a área de preservação, que compreende todo o entorno do campus Marileusa, é um importante ambiente de estudo dos atributos hidrológicos e compartimentos morfopedológicos, além da fauna e da flora do Cerrado. “O objetivo desse trabalho é justamente desenvolver habilidades nos alunos quanto à descrição da paisagem, modelos de amostragem e caracterização do solo em diferentes compartimentos e profundidades. É de grande importância para o egresso de Engenharia Ambiental, compreender e aplicar práticas de conservação e monitoramento dos atributos do solo em áreas protegidas”, diz o professor.


Para a aluna Esther Ferreira de Souza, a atividade prática é muito bem-vinda. “Para expandir a compreensão do aluno sobre o que é trabalhado em sala de aula, de uma forma interativa, clara e interligada com vários fatores. Além do estudo de campo, fazer as análises das amostras no laboratório ajuda a relembrar rotinas das práticas de química e interpretar os valores que obtivemos”, comenta.


Engenharia Ambiental e Sanitária na Uniube Uberlândia


curso de Engenharia Ambiental e Sanitária está voltado para o desenvolvimento sustentável, integrando as dimensões social, ecológica, tecnológica e econômica do meio ambiente. O principal objetivo é desenvolver técnicas de preservação do ar, da água e do solo. Além disso, estuda os problemas do meio ambiente para projetar, operar e construir sistemas de esgoto e água, sempre respeitando os limites de exploração ambiental.


A graduação possui uma grade de conteúdos multidisciplinar, envolvendo as áreas Biológicas, Exatas e Ciências Sociais. Compõem a grade, também, aulas de Química, Física e Matemática, e a exploração de conhecimentos nas áreas de Geologia, Climatologia, Hidrologia, Ecologia e Topografia.


Os dois primeiros anos de curso são dedicados a matérias que são comuns a todos os cursos de engenharia. Daí em diante, começa o aprofundamento nas disciplinas específicas de formação da Engenharia Ambiental e Sanitária, como Hidráulica e Saneamento Ambiental, Avaliação de Impactos Ambientais, Recuperação de Áreas Degradadas, Gestão e Tratamento de Resíduos, Tratamento de Águas, Esgoto e Efluentes Industriais, entre outros. O curso tem duração média de cinco anos e é oferecido na modalidade de bacharelado.