Uniube realiza treinamento de formação de líderes de polo

24 de agosto de 18
1 / 8
2 / 8
3 / 8
4 / 8
5 / 8
6 / 8
7 / 8
8 / 8

A Universidade de Uberaba (Uniube) promoveu, esta semana, o Treinamento de Formação de Líderes de Polos. O evento aconteceu no Bloco Z do Campus Aeroporto da Uniube, de 21 a 24 de agosto. Realizado quatro vezes por ano, o objetivo do treinamento é capacitar os profissionais dos diversos polos de Educação a Distância (EAD) da Uniube nas diferentes áreas como comercial, operacional e logística.


O evento abordou temas como o de captação comercial; modelo pedagógico; políticas de desconto; diferenciais competitivos; Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e questões financeiras. Na opinião do gerente comercial da EAD, Daniel Marques, o polo que inaugura sem esse treinamento fica carente de informações. “A gente exige que todo polo inaugurado venha para esse treinamento fazer a sua capacitação e começar sabendo o que o aluno vai esperar, quais as possiblidades de atendimento, as vantagens de fazer Uniube, como encantar o aluno, atendê-lo da melhor maneira possível e as possibilidades que o aluno tem de contato com a Universidade”, explica.


“Nós temos operação espalhada em toda região do país, tem polo que está a mais de 3 mil quilômetros de distância de Uberaba, como um aluno que está distante de nós poderá entrar em contato com a Uniube se o polo não souber orientar? O polo, na verdade, é a interface, entre esse aluno e a universidade”, acrescenta Daniel.


Para Gisele Aparecida de Menezes, do polo de Ituiutaba, e uma das participantes do treinamento, o encontro é uma grande oportunidade de aprimorar os conhecimentos para que eles possam repassar as informações de forma mais segura.


Flávio Lemes de Oliveira Lázaro veio da cidade Planaltina (DF), onde foi inaugurado um polo há pouco tempo. Ele também acredita que o treinamento traz mais segurança aos colaboradores. “Por sermos um polo novo, é importante termos conhecimento sobre o nome que carregamos, que é o da Uniube, para que possamos trabalhar, empregar, fazer a captação de alunos e realizar os vestibulares com mais segurança”, afirma.