Uniube promove Seminário de Tecnologias Digitais e Jogos

01 de março de 18
1 / 1

Os cursos de Sistemas de Informação e Jogos Digitais da Universidade de Uberaba (Uniube) irão promover nesta quinta-feira, dia 01 de março, o Seminário de Tecnologias Digitais e Jogos: Perspectivas do Mercado e Inovação em Pesquisa. O evento será realizado pela Incubadora UNITECNE - Unidade de Tecnologia e Negócios, com a parceria dos dois cursos e apoio da Algar Ventures. O Seminário acontecerá no anfiteatro 2D56, no campus aeroporto, das 19h às 22h40.


O palestrante, Jorge Penedo, abrirá o Seminário falando sobre os "Desafios e Oportunidades Profissionais no Mercado de TI". Ele é consultor e gerente de projetos na QAT Global e possui MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Dom Cabral. Já o palestrante Saulo de Oliveira Machado, membro pesquisador do Núcleo de Pesquisas em Hipermídia e Games (NuPHG) da PUC-SP, fechará o evento com o tema Aspectos da Formação, Pesquisa e Desenvolvimento de Games.


Os assuntos abordados falam das novidades tecnológicas e o perfil profissional. “Esses temas estão relacionados às novas tecnologias digitais, incluindo os sistemas de informação e a área de jogos. Assim, torna-se importante debater sobre o perfil do profissional de TI que é esperado pelo mercado, falar sobre carreira, formação superior e empreendedorismo na área das tecnologias”, explica Luiz Fernando Paiva professor e gestor dos cursos de Sistemas de Informação, Jogos Digitais.


O evento será voltado para alunos e profissionais convidados da área, porém irá contar com uma transmissão ao vivo para aqueles que tiverem interesse no assunto. A transmissão será interativa, isto é, poderão ser realizadas perguntas para os palestrantes, que serão respondidas ao vivo. O link para acompanhar a transmissão do seminário será disponibilizado no site da Uniube. Acesse: www.uniube.br.


“A importância desse evento é favorecer aos alunos e profissionais a aprendizagem sobre as novas tecnologias e ampliar a visão do aluno aos campos de atuação profissional e desenvolvimento de pesquisa na área de TI”, afirma Luiz Paiva.