Uniube e UFTM realizam I Jornada do Setembro Amarelo

03 de setembro de 20
1 / 10
2 / 10
3 / 10
4 / 10
5 / 10
6 / 10
7 / 10
8 / 10
9 / 10
10 / 10

O projeto de Extensão Educação em Saúde Psicossocial da Uniube, juntamente com a Liga Acadêmica de Saúde Mental e Psiquiatria (LASMP) da UFTM, realizará a I Jornada do Setembro Amarelo.  O evento acontecerá de 10 a 18 de setembro, em formato on-line, e contará com a participação de dez palestrantes de renome para falar sobre assuntos relacionados à prevenção ao suicídio.


Serão debatidos os temas: estratégias de prevenção ao suicídio em Portugal; suicídio e tabus; transtornos mentais e suicídio; comportamento suicida na infância e adolescência; suicídio e a abordagem psicossocial; saúde mental da população idosa; câncer e suicídio; saúde mental em tempos de pandemia; gênero, processos de subjetivação e saúde mental; prevenção ao suicídio e mídias sociais. “Nós separamos abordagens importantíssimas que podem fomentar políticas públicas na área, trazer a importância da problemática e retirar estigmas ao tratar do assunto”, conta a coordenadora do projeto de Extensão Educação em Saúde Psicossocial da Uniube, Luiza Casaburi.


O evento contará com palestrantes reconhecidos e especialistas nas áreas de Enfermagem, Medicina, Psicologia e Terapia Ocupacional. “Teremos a presença do professor José Carlos, da Universidade de Coimbra, em Portugal, doutor em Saúde Mental e professor-coordenador na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra”, continua.


Para a professora, o tema é de extrema importância, principalmente para o mês de prevenção ao suicídio, o Setembro Amarelo. “O suicídio pode atingir qualquer pessoa, independente de classe econômica ou raça. Qualquer um está sujeito a passar por um episódio de ideação suicida, mesmo se não tiver um transtorno mental”, pontua.


As palestras serão transmitidas ao vivo pelo canal da LASMP, de forma 100% gratuita. Para se inscrever, é preciso seguir as páginas da @lasmp.uftm e do @informamente_  ,no Instagram, e seguir as regras desta publicação: CLIQUE AQUI. “Minha expectativa é grande, por ser um evento gratuito, com palestrantes renomados, nós vamos conseguir abranger e sensibilizar a população de uma maneira geral”, finaliza Luíza.