Uniube e PM elaboram o projeto Universitários Protegidos

10 de março de 17
1 / 5
2 / 5
3 / 5
4 / 5
5 / 5

A Universidade de Uberaba (Uniube) gera um público de aproximadamente 15 mil pessoas, diariamente e, por serem a maioria estudantes, alguns acabam sendo alvos de infratores que estão em busca, principalmente, de aparelhos celulares, nas proximidades do campus. Pensando no bem-estar e segurança dos universitários, a Uniube e a Polícia Militar fizeram uma parceria e elaboraram o projeto “Universitários Protegidos”, que pretende estreitar laços entre os estudantes e a polícia para que assim a troca de informações seja mais confiante e direta.


Para isso, estão sendo elaboradas ações com o tema “Prevenção”, alertando a necessidade de transitar com a máxima atenção. Esta semana, durante dois dias, foram realizadas palestras, ministradas pela Tenente Rosa Elaine, que trabalha na Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) do bairro Olinda. A tenente deu dicas de segurança de uma maneira geral como: não andar sozinho, principalmente à noite, evitar lugares desertos, não usar o aparelho celular com frequência na via pública e ficar atento a quem lhe observa. Outra dica da Tenente é guardar o IMEI – Identificação Internacional de Equipamento Móvel, que é como o número de identidade que todo telefone móvel tem e é diferente do número do celular, este número facilita a recuperação do aparelho.


“É muito importante essa aproximação, para que a gente dê dicas de seguranças. Às vezes as pessoas deixam a segurança para segundo plano e não ficam muito atentas, então é sempre bom estar lembrando a importância de prestarem bastante atenção. Com a colaboração dos estudantes, a gente reduz a criminalidade e deixa a sensação de mais segurança, para que eles possam transitar bem tranquilos” disse a tenente Rosa Elaine.