Projeto incubado na Unitecne é selecionado para programa de pré-aceleração de negócios

20 de maio de 20
1 / 1

O negócio de impacto “Ciclo Sustentável” do Instituto Ambiental “Aondê”, incubado na Unitecne, foi selecionado para o Baanko Challenge 2020, um programa de pré-aceleração de negócios que acontece este mês. Os integrantes participam de uma imersão on-line com mentores de diversas áreas. A seleção dos projetos foi realizada por uma comissão multidisciplinar, composta por 33 avaliadores. Eles avaliaram a aderência dos projetos à proposta do Challenge.


O programa de pré-aceleração seleciona projetos, cada um representando um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), para serem potencializados. Durante três semanas, os times e projetos selecionados recebem mentorias, participam de workshops e têm a oportunidade de se apresentarem para bancas de empreendedores e investidores. Ao final, os projetos são premiados de acordo com o desenvolvimento durante o programa e com a necessidade.


Para a engenheira ambiental e coordenadora do projeto, Aline Claro de Oliveira, participar do Challenge representa um desafio.“Estamos tendo dias intensos, com várias capacitações e apresentações para bancas”, conta. “Participamos de várias capacitações e entregas de tarefas que valem pontos, também contamos com mentores individuais para o nosso negócio. No dia 30 de maio, terá a apresentação do pitch final”, completa.


Segundo Aline, o envolvimento da Unitecne contribuiu para a seleção do projeto. “A Unitecne é uma importante apoiadora e incentivadora do “Ciclo Sustentável”. Ela conta com uma equipe capacitada e por meio da incubação conseguimos modelar um negócio viável e validá-lo no mercado. Assim, a Unitecne contribuiu para o amadurecimento de uma ideia para torná-la um negócio de impacto socioambiental”, afirma.


Conheça o Instituto


O Instituto Ambiental Aondê atua em Uberaba há 11 anos com ações de educação ambiental, empoderamento feminino, arborização urbana, restauração florestal, apoio a pesquisas científicas e fortalecimento de políticas públicas do setor ambiental para preservar o Cerrado e os ecossistemas urbanos e rurais por meio dos seus projetos. Todas as ações visam à modificação de valores e de comportamentos, contribuindo para melhoria da qualidade de vida das pessoas e diminuição de impactos gerados no ambiente. Desde agosto do ano passado, estão incubados na Unitecne com o “Ciclo Sustentável”.


O projeto


O Ciclo Sustentável foi criado com a finalidade de dar sustentabilidade econômica para a organização e ampliar a coleta seletiva no município. Por meio dele é oferecido um serviço gratuito de implantação da gestão dos resíduos sólidos em condomínios residenciais, que vai desde diagnóstico, educação ambiental, instalação dos portas bags para a coleta seletiva, coleta, destinação dos materiais recicláveis para a reciclagem, até orientação para o armazenamento e descarte correto dos demais resíduos. 


“Com a comercialização dos materiais recicláveis, geramos receita e mantemos a prestação de serviço. E para estimular a participação dos moradores, criamos um programa de pontos, no qual os moradores do condomínio que atinge a meta mínima de materiais recicláveis são bonificados com descontos oferecidos por nossa rede com mais de 20 parceiros. Desde o início das nossas atividades, já implantamos o “Ciclo Sustentável” em quatro grandes condomínios e impactamos mais de mil pessoas”, conta Aline.


Quem tiver interesse em conhecer mais sobre o trabalho do Instituto Ambiental “Aondê”, basta acompanhar as redes sociais: Instagram e Facebook. Já para conhecer mais sobre a incubadora de empresas da Uniube, a Unitecne, visite o site aqui.