Professores e alunos da Uniube participam do II SIPPU

19 de outubro de 18
1 / 15
2 / 15
3 / 15
4 / 15
5 / 15
6 / 15
7 / 15
8 / 15
9 / 15
10 / 15
11 / 15
12 / 15
13 / 15
14 / 15
15 / 15

A Universidade de Uberaba realizou na primeira semana deste mês o II Seminário dos Programas Institucionais PIME/PIAC (II SIPPU). O Evento teve como objetivo a divulgação dos trabalhos realizados pelos participantes dos programas, como forma de socialização de conhecimentos e divulgação deles no meio acadêmico.


Estiveram presentes docentes e discentes da Universidade para participar das atividades. No primeiro dia foi realizada uma palestra sobre os programas, no segundo dia aconteceram relatos de experiências e, no último dia, houve exposição de banners, totalizando 51 trabalhos aprovados e expostos no Bloco D do campus aeroporto da Uniube. “Os trabalhos, apresentados com muito entusiasmo e responsabilidade, foram de grande importância para a formação dos alunos da UNIUBE”, afirma a professora Lilian Margareth Biagioni de Lima, coordenadora pedagógica do PIME.


Os programas


O Programa Institucional de Monitoria de Ensino – PIME contribui para a formação de recursos humanos para o Ensino Superior, propiciando ao aluno a oportunidade de desenvolver habilidades relativas à carreira docente. Possibilita ao estudante de graduação auxiliar os docentes nas atividades de caráter técnico-didático, no âmbito de determinado componente curricular, sobretudo nas aulas práticas, a partir de vagas e critérios determinados pela Pró-Reitoria de Ensino Superior - PROES.


O Programa Institucional de Atividades Complementares – PIAC tem como linhas de ação a “EDUCAÇÃO PARA O EXERCÍCIO DA CIDADANIA” e “EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE”. Constitui-se sendo o eixo articulador, propositor, organizador e divulgador das diferentes propostas para a realização de Atividades Complementares. Integra alunos e professores de todos os cursos de graduação e extensão e dá visibilidade às formas pelas quais a UNIUBE assume seu compromisso e responsabilidade social. Estimula o contato discente com a realidade social, econômica e cultural, para o exercício da cidadania.