Pró-Reitor da Uniube coordena projeto sobre agricultura irrigada junto com israelenses

15 de fevereiro de 19
1 / 4
2 / 4
3 / 4
4 / 4

O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão da Universidade de Uberaba (Uniube), professor André Fernandes, recepcionou, no início deste mês, em Monte Carmelo (MG), dois pesquisadores de Israel, que vieram ao Brasil conhecer um projeto de pesquisa sobre a cultura do café naquela região. Desenvolvido por duas universidades: Uniube e Universidade Federal de Uberlândia (UFU), em parceria com Netafim, a maior empresa de irrigação por gotejamento do mundo, o projeto teve início em agosto do ano passado.


O trabalho de pesquisa tem duração prevista de cinco anos. O objetivo é estudar técnicas para o uso racional da água e energia na agricultura irrigada no Brasil. “Israel é o país que tem o mais alto nível de tecnologia do mundo no desenvolvimento de sistemas de irrigação que economizam água. Este projeto está sendo desenvolvido em Monte Carmelo, com visitas periódicas de pesquisadores de Israel e com a participação efetiva das duas instituições”, ressalta André Fernandes, que também é um dos coordenadores do projeto.


Os pesquisadores de Israel envolvidos diretamente no projeto são Danny Stern e Amy Gips, além de outros engenheiros agrônomos da empresa Netafim, que tem sede naquele país e fábrica instalada no Brasil. “Estão sendo avaliados sensores instalados nas plantas de café, no solo e na atmosfera, com o objetivo final de utilizar a água na agricultura de forma mais racional”, explica o professor.


Para André, o balanço da visita dos pesquisadores foi extremamente produtivo. “Foi possível demonstrar como o Brasil está avançado na cultura do café, cultura essa que não é possível cultivar em Israel, devido ao solo e clima. Também foi muito importante para a equipe de pesquisadores brasileiros a vinda dos israelenses, que visitaram o experimento e forneceram informações relevantes para a continuidade do projeto de pesquisa", finaliza.