PAE e PMMG promovem live para orientar alunos sobre o Programa Universitários Protegidos

08 de março de 21
1 / 1

O Programa de Atenção ao Estudante (PAE), da Uniube, promoveu, na última quinta-feira (4), uma live para os alunos, a fim de orientar sobre as ações do Programa Universitários Protegidos, realizado pela Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), em parceria com a Universidade. A transmissão está disponível no Canal do Youtube, da Uniube.


De acordo com o coordenador do PAE, professor Alan Carlos, esse projeto já é realizado na Uniube há cerca de 5 anos e surgiu da necessidade de complementar as orientações que a Universidade já disponibiliza para diversos cursos.  "Nós temos uma demanda grande de alunos do presencial, que roda praticamente 14 mil pessoas em todas as modalidades. Estamos com a maioria das aulas na modalidade à distância, mas nossa preocupação em manter a segurança dos alunos permanece", explica Alan Carlos.


O Programa Universitários Protegidos conta com atividades de palestras educativas e orientações que são repassadas pelos militares. Segundo o Tenente da PMMG, Pedro Henrique, o principal objetivo é repassar aos universitários as orientações sobre segurança pública, principalmente sobre medidas de como evitar ser vítima de algum tipo de crime, além de ser uma oportunidade de conhecer quais são os problemas de segurança pública que a comunidade enfrenta.


"O objetivo primordial é alcançar o público universitário, mas também procuramos orientar os colaboradores que atuam no campus e nas demais instalações da instituição de ensino, acerca das questões de segurança pública. Por isso, nas nossas apresentações, repassamos diversas medidas de proteção e cuidado para serem aplicadas em casa, na rua, no ônibus e em tantos outros lugares", conta o Tenente Pedro.


O prefeito do campus da Uniube, Juarez Delfino da Silveira, reconhece a importância do trabalho da PM e do PAE. "Essa parceria faz com que a gente sinta uma tranquilidade maior a ser repassada aos pais dos nossos alunos. Esse projeto já está transcendendo fronteiras, de tanto resultado que deu para nós, e já é modelo de referência, sendo copiado em universidades de outros municípios também", enfatiza Juarez.