Membros do Nepedill/Uniube apresentam trabalhos acadêmicos em Seminário de Ciências Criminais e Literatura

24 de agosto de 21
1 / 4
2 / 4
3 / 4
4 / 4

Membros do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Direito e Literatura "Legis Literae", da Universidade de Uberaba (Nepedill/Uniube), representaram a Universidade no 1º Seminário de Ciências Criminais e Literatura, organizado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). O evento contou com a apresentação de cinco trabalhos do Nepedill/Uniube, com autoria de alunos, egressos, professores do Curso de Direito da Uniube e membros/pesquisadores externos do grupo.


Para a professora à frente do Nepedill/Uniube, doutora Thaísa Haber Faleiros, ter a participação do grupo em um encontro nacional é uma atividade completa, que proporciona experiência, troca de conhecimentos e muito estudo.


"A participação do Nepedill em um evento nacional representa não só a oportunidade de socialização da produção acadêmica dos nossos alunos, bem como também proporciona a troca de importantes experiências acerca das pesquisas em Direito e Literatura que se desenvolvem em outras instituições", compartilha.


Os trabalhos apresentados pelo Nepedill/Uniube no "1º Seminário Ciências Criminais e Literatura: pensar as vozes silenciadas" foram:


- "Jus Puniendi e os porcos em Orwell e Pink Floyd". Autoria: Paulo Silas Filho


- "O discurso colonialista e a desumanização no sistema de punições: uma Leitura de 'Na Colônia Penal' a partir de Fanon". Autoria: Fellipe Moraes Sena e Guilherme Gonçalves Alcântara


- "Vozes silenciadas e a teoria do Labelling Approach: a literatura afrodescendente no desenvolvimento de uma cultura jurídica antirracista". Autoria: Lucas Ferreira Mazete Lima e Thaísa Haber Faleiros


- "Serial killer nos contos 'Passeio Noturno I e II', de Rubem Fonseca: louco ou cruel?". Autoria: Rosália Maria Carvalho Mourão


- "Da marchinha de Carnaval a 'Girl from Rio': uma análise da evolução dos direitos das mulheres à luz dos códigos penais de 1890 e 1940. Autoria: Maria Gabriella Nunes Souza e Vitória Dias de Oliveira