Mais de 100 pessoas participam do III Encontro de Internacionalização da Uniube

18 de novembro de 21
1 / 1

A Uniube realizou, na última semana, o III Encontro de Internacionalização, evento interno voltado para a troca de informações, experiências e oportunidades relacionadas à internacionalização, com a parceria do Instituto Cultural Brasil Estados Unidos (ICBEU) e da Education USA. O encontro foi on-line e contou com o sorteio de duas bolsas de estudos de inglês no ICBEU, sendo uma para colaboradores e outra para alunos. 


O evento, que contou com mais de 400 visualizações, foi voltado para toda a comunidade acadêmica da Uniube. "Tivemos a honra de contar com a presença das autoridades internacionais, a Cônsul dos Estados Unidos em Belo Horizonte, Katherine Ordoñez e com o Vice-Cônsul da Embaixada dos Estados Unidos, Joshua Welsh", conta o coordenador do Escritório de Relações Internacionais da Uniube (ERI), Leonardo Assis.


A abertura do encontro foi feita pelo Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão da Uniube, André Fernandes. "Ouvimos a experiência do Prof. Caio Márcio Gonçalves, que se encontra em mobilidade acadêmica em Portugal, na Universidade Nova de Lisboa; ouvimos ainda a Mariana Amaro, orientadora EducationUSA, que apresentou programas e oportunidades de aplicação a bolsas de estudos nos Estados Unidos; e também ouvimos o relato de Wellington Santos Silva, fundador da Associação Empreendescola, que hoje se encontra na University of Southern Califórnia (USC), com bolsa de estudos realizando seu mestrado", descreve o professor.


Durante o evento, os palestrantes mostraram que para a obtenção de bolsas de estudos na graduação, mestrado ou doutorado em Universidades Americanas, além do desempenho acadêmico, também são avaliados o engajamento social e a atuação comunitária do aluno. "Isso significa que, além de boas notas, os interessados em se aplicar a essas bolsas têm que ser atuantes socialmente. A Uniube oferece diversas oportunidades de projetos e programas de extensão e de ação comunitária pela Coordenação de Extensão, órgão vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão (PROPEPE)", complementa.


O ERI tem a missão de promover a internacionalização da Uniube, nas diversas áreas de atuação, contribuindo para a formação de um profissional compromissado com uma sociedade justa. "Vivemos em uma sociedade globalizada e para fazermos parte dela precisamos trocar experiências, informações e conhecimento com outras culturas. A internacionalização é uma via de mão dupla e nesse sentido busca promover intercâmbios acadêmicos e culturais, favorecendo a recepção de estrangeiros em nossa comunidade e encaminhando nossos alunos para vivenciar experiências em outros países. A internacionalização acontece também pelo apoio administrativo no trâmite de documentos, estabelecimento de parcerias e formalização de convênios de modo a atender às demandas dos cursos, alunos e docentes para ações internacionais".


Para o próximo ano, a expectativa é que as atividades do Escritório sejam potencializadas ainda mais. "Esperamos ter a situação da pandemia sob controle, de modo que a mobilidade acadêmica internacional seja retomada e ampliada. A situação atual dificultou ações de intercâmbio pelas restrições quanto à mobilidade adotada em muitos países. Esperamos reativar o Programa de Bolsas Santander Iberoamericanas, um importante mecanismo promotor da mobilidade acadêmica internacional para nossos alunos", finaliza Leonardo.

Embaixada Americana no Brasil: https://br.usembassy.gov/pt/


Instituto Cultural Brasil Estados Unidos: https://icbeuuberaba.com.br/


EducationUSA: https://www.educationusa.org.br/