Livro de professor do curso de Direito será lançado em agosto

04 de julho de 17
1 / 2
2 / 2

O professor do curso de Direito, Richard Crisóstomo Borges Maciel vai lançar o livro Ensino Jurídico Positivista e a Pedagogia de Warat. O Lançamento será feito em agosto na Livraria Lemos e Cruz e em novembro, no Primeiro Congresso de Direito do Triângulo Mineiro, evento realizado pela Universidade de Uberaba (Uniube) em parceria com a OAB/MG e a Editora Saraiva.


A obra é fruto da pesquisa do professor desenvolvida para apresentação de dissertação do Programa de Pós-graduação em Educação – Mestrado, na Uniube, sob orientação da professora Célia Maria de Castro Almeida. A pesquisa teve como resultado uma contextualização histórica do ensino jurídico no Brasil desde a instalação do primeiro curso de Direito até os dias atuais. “O livro se propôs a apresentar outra perspectiva pedagógica para o ensino do direito — a teoria de Luis Alberto Warat — que busca contribuir para a construção de um modelo de prática de ensino fundada na reformulação de premissas antigas à luz de um direito crítico e reflexivo que não permita, à ausência de raciocínio crítico e problematizador, mumificar o conhecimento jurídico e impedir sua adaptação completa a situações e conflitos sociais que se renovam e nunca cessam”, explica.


O docente foi nomeado membro do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/MG. Além disso, leciona Ética Geral e Profissional no curso de Direito da Uniube. Com vários artigos publicados em congressos e revistas, esta é a primeira vez que o Professor tem uma obra nesse formato. “Estou com obra em andamento, onde analiso as questões éticas profissionais dos advogados, a luz da lei 8906/94 – Estatuto da OAB e da Advocacia. O enfoque é acadêmico, ou seja, voltado ao estudante de direito em formação, visando sua preparação para vida profissional futura, bem como ao exame da OAB, onde cerca de 20% das questões, na primeira fase do exame, é sobre Ética Profissional do Advogado”, afirma.


Para os lançamentos, a expectativa é grande. “A alegria é imensa, pois a escrita perpetua o pensamento do autor. A pessoa do autor é passageira, mas a obra é perene. Além disso, o objeto da pesquisa na Uniube, na pós-graduação em Educação, e a possibilidade de compartilhar os resultados com a comunidade acadêmica é gratificante. Novamente estou ligado ao programa de pós-graduação, como aluno especial no Doutorado em Educação, onde pretendo apresentar projeto de pesquisa ligado à área de formação de professores. A publicação em muito me incentivou a isso”, finalizou Richard.