Internacionalização: Uniube e Asocebu firmam parceria

04 de maio de 18
1 / 7
2 / 7
3 / 7
4 / 7
5 / 7
6 / 7
7 / 7

A Federação Internacional dos Criadores de Zebu (Ficebu) realizou nesta sexta-feira (04), no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG), reunião da entidade, que contou com a presença de representantes de cerca de dez países. O encontro foi marcado pela valorização e interesse mundial pela genética zebuína brasileira. A reunião também abriu espaço para que a Universidade de Uberaba (Uniube) firmasse convênio para intercâmbio cultural e tecnológico, com produtores rurais e associações de criadores que atuam em países do Mercosul.


Um dia antes, na quinta-feira (03), representantes da Asociación Colombiana e Boliviana de Criadores de Ganado Cebú (Asocebu) se reuniram com o Reitor Marcelo Palmério e Pró-reitores para discutir objetivos da parceria com a Uniube. O acordo foi firmado em uma carta de intenções, que visa possibilitar a vinda de estudantes bolivianos de qualquer área do conhecimento para a Uniube e a ida de alunos daqui para a Bolívia.


Na reunião, o presidente da Asocebu, Mario Anglarill Serrate, defendeu que essa união com a Uniube é muito importante, pois é uma maneira de colaborar e ajudar jovens bolivianos a estudarem no Brasil e a terem uma opção complementar à formação e vocação deles. “As expectativas são grandes, atualmente só temos uma parceria com a FAZU, então agora abrindo com a Uniube para todas as áreas, esperamos muito mais vindas para a cidade”, explica Mário.


O gerente da Asocebu, Fernando Baldomar, também reforça a relevância que essa parceria irá trazer. “É importante porque nós vamos ajudar no mercado de profissionais bolivianos, vai ser uma responsabilidade social muito importante”, esclarece.


Foco no Mercosul


O Pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão da Uniube, André Fernandes, destaca que a CAPES, que está fazendo o programa de internacionalização do Brasil, reforça a necessidade do contato com os parceiros do Mercosul. “É uma língua muito parecida com a nossa, os entraves muito menores, as burocracias muito menores, até a distância, muito menor que outros. Então começar a internacionalização pelo Mercosul é uma coisa fantástica que é o que preconiza o governo brasileiro. Então a Uniube a partir desse momento vai ficar à frente do processo de internacionalização das universidades brasileiras”, completa.


O Pró-reitor de Ensino Superior, Marco Antônio Nogueira, explica que tanto a vinda de alunos para a Uniube, quanto a ida dos alunos daqui para lá, é benéfica, pois proporciona o contato com pessoas de culturas diferentes e aumenta a integração sul-americana. “Hoje um dos critérios mais importantes, em um processo de seleção, é se você tem contato com as outras culturas. É uma forma de internacionalizar e fazer com que nosso aluno enxergue as potencialidades também fora do país”, afirma.


Estiveram presentes na reunião também o professor Leonardo Assis, da Comissão de Relações Internacionais da Uniube e o coordenador do curso de Medicina Veterinária, Eustáquio Resende Bittar. Foi relatado o interesse da participação de todos os cursos para a parceria, que envolveria mais de 46 cursos de graduação e mais de 30 cursos de pós-graduação, presenciais e a distância.  “A região de Santa Cruz é uma região extremamente rica, focada no agronegócio, exatamente onde Brasil tem expertise e exatamente onde nós podemos contribuir com a Medicina Veterinária, mas principalmente com a área de Gestão, enfim é uma parceria que muito pode enriquecer os dois lados, de Uberaba e Santa Cruz”, complementa o professor Marco Antônio.


Estrutura


A Uniube conta com mais de 400.000m² de estrutura com campus em Uberaba e Uberlândia e mais de 2500 colaboradores. Biblioteca central com mais de 4.000m² e acervo em todas as áreas do conhecimento. Além disso, conta com o Mário Palmério Hospital Universitário, hospital de ensino, que atende Uberaba e Região e possui 60% de atendimentos disponibilizados para o Sistema Único de Saúde. E o Hospital Veterinário e Fazenda Escola, que desenvolve ensino e pesquisa a campo. Conheça um pouco mais da nossa estrutura pelo nosso passeio virtual no link: http://uniube.br/passeiovirtual/