Hospital Mário Palmério treina equipe para evacuação em caso de incêndio

20 de fevereiro de 17
1 / 3
2 / 3
3 / 3

Mais de 100 profissionais da área de saúde e da equipe da brigada de incêndio do Mário Palmério Hospital Universitário (MPHU), participaram do treinamento para resgate e evacuação em caso de emergência, com o apoio dos bombeiros do 8º Batalhão de Bombeiros Militares de Uberaba. A simulação aconteceu na última sexta-feira (17). Toda preparação das equipes durou cerca de 4 horas e a evacuação do prédio foi realizada em apenas 30 minutos e 15 segundos, tempo considerado satisfatório. “O objetivo é preparar a brigada de incêndio, para que numa situação real, os brigadistas saibam fazer toda a evacuação do hospital com maior agilidade, para retirar as pessoas com segurança e não ter vítimas”, explicou a técnica de Segurança do Trabalho do MPHU, Patrícia Bomfim.


Segundo os bombeiros, a simulação é importante para que todos os profissionais do hospital reconheçam e saibam onde estão cada um dos itens de segurança, a serem utilizados numa situação de incêndio. “Assim que ocorrer um sinistro, eles devem acionar o corpo de bombeiros e a brigada de incêndio já entrar em ação. A agilidade conta muito nessas situações de emergência. O interessante é a equipe pegar uma rotina de prevenção porque, se acontecer, estarão preparados para darem o suporte devido”, afirmou o capitão do Corpo de Bombeiros, Grazianni Cápolli.


O Hospital Mário Palmério, vinculado à Universidade de Uberaba (Uniube), é o único de Uberaba que conta com elevador de emergência protegido contra fumaça e fogo. Os bombeiros elogiaram o investimento no equipamento. “O elevador de emergência possibilita, justamente, fazer a retirada de vítimas acamadas e cadeirantes com muito mais segurança. Com certeza esse equipamento pode reduzir as chances de vítimas em caso de incêndio”, ressaltou o capitão Cápolli.


A diretora administrativa do MPHU, Denise Monteiro, acompanhou a simulação e parabenizou a equipe de brigadistas: “Estamos aqui tratando de vidas e, infelizmente, uma fatalidade pode acontecer, apesar de toda precaução. E pudemos ver com esse treinamento, que a brigada de incêndio funciona, a equipe está atenta e precisamos estar sempre preparados”.