Ex-aluna de Enfermagem é aprovada em curso de Mestrado

30 de setembro de 19
1 / 1

A ex-aluna do curso de Enfermagem da Universidade de Uberaba (Uniube), Tauana Fernandes Vasconcelos, foi aprovada no Programa de Mestrado, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), em Ribeirão Preto, com o projeto intitulado Cuidado Paliativo: Avaliação dos Conhecimentos da Equipe Multiprofissional da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).


Tauana participa de um curso de extensão em cuidados paliativos na USP. Foi por meio dele que a ex-aluna foi orientada por uma professora a inscrever o projeto no curso de mestrado. Ela teve de esperar seis meses até ser aprovada. “Não foi fácil, porque eu corri contra o tempo para poder conseguir a documentação e certificado de proficiência em inglês. Mas deu tudo certo”, conta. O projeto tem o objetivo de avaliar o conhecimento da equipe multiprofissional da UTI em cincos hospitais, em Ribeirão Preto, incluindo o Hospital de Clínicas da USP.


O intuito do mestrado é avaliar o conhecimento dos profissionais da UTI e, futuramente, criar um protocolo ou instrumento que possa ser utilizado dentro das unidades de terapia intensiva para poder dar um norte aos profissionais de como agir com os pacientes de cuidados paliativos. Segundo Tauana, a importância da avaliação dos profissionais da equipe multi sobre cuidados paliativos se dá devido ao assunto estar ganhando espaço no Brasil e no mundo.


“A gente vê que há uma carência muito grande da prática dos profissionais diante de pacientes que são diagnosticados com doenças terminais e entram em cuidados paliativos. A gente percebe que esses profissionais não sabem o que fazer, não sabem como lidar com isso”, explica.


Para a coordenadora do curso de Enfermagem da Uniube, Carolina Beatriz Cunha Prado, a inserção dos alunos no mercado de trabalho e nos programas de residência e pós-graduação stricto sensu é o principal objetivo dos professores. Estamos radiantes com a notícia, mas não surpresos, pois acreditamos nos nossos alunos”, afirma.


O curso de Enfermagem da Uniube forma profissionais generalista, capaz de atuar nas áreas do ensino, da pesquisa, assistência e gestão, de forma empreendedora, dinâmica e autônoma, aliando a competência técnico-científica à humanização e ao trabalho interdisciplinar e multiprofissional. Além disso, incentiva o envolvimento em projetos de extensão e eventos científicos. Eventos que despertam o senso crítico e a vontade de querer aprender dos alunos. “Incentivamos a participação de todos desde os primeiros períodos do curso. Aquele aluno que tem real interesse em desenvolver pesquisa e extensão torna o currículo dele competitivo para os processos seletivos e abre as portas para residências e mestrados”, diz Carolina.