Estudante de Odontologia realizará trabalhos voluntários no Peru

23 de agosto de 17
1 / 1

A aluna do curso de Odontologia da Universidade de Uberaba (Uniube), Izabelle Braga, foi selecionada pela ONG AIESEC para realizar trabalhos voluntários fora do Brasil. A ONG seleciona apenas três candidatos de cada País, cada um em uma especialidade, sendo Izabelle a única dentista representando o Brasil no Peru.  


A ONG AIESEC é um movimento de liderança jovem com o objetivo de alcançar a paz mundial e o preenchimento das potencialidades humanas. Em 2015, a ONG chegou a atingir a marca de cinco mil intercâmbios em menos de um ano no Brasil. No ano passado, a AIESEC no Brasil recebeu o prêmio de Excelência Global da AIESEC Internacional.


A estudante compartilha que fez a inscrição no site sem acreditar que pudesse ser selecionada. “Um tempo depois uma moça me chama no WhatsApp falando sobre minha inscrição, que eu tinha sido pré-selecionada, que para concluir minha aprovação era necessário preencher um novo formulário com novas questões e ainda fazer uma entrevista online com a vice-presidente da AIESEC do Peru, que é para onde o projeto irá atuar este ano”, conta.


Ainda de acordo com a graduanda, a ONG disponibiliza uma casa de família para que os selecionados possam se alojar. “A AIESEC conta com uma taxa de inscrição de R$ 1.500,00 que só é pago quando todos os contratos estão assinados por mim e pela Presidente da ONG.  As passagens ida e volta também por minha conta”, complementa.


Izabelle diz também que não irá trabalhar lá apenas na área de Odontologia. “O projeto é para auxiliar crianças com Síndrome de Down, crianças com autismo e portadoras de deficiência física. Com elas eu irei auxiliá-las numa melhor escovação e métodos de higiene bucal, ministrar palestras e acompanhá-las no ato da escovação. No entanto não só isso, também estarei auxiliando as crianças em atividades escolares, atividades físicas em piscinas e etc., onde for necessário meu auxílio”, destaca. 


Entusiasmada, espera aproveitar ao máximo essa chance que teve. “Acredito que esta é uma oportunidade incrível, onde posso me aperfeiçoar ainda mais com dentista e ter uma experiência única de evolução pessoal fora do país com crianças especiais. Espero que tudo se encaminhe e dê certo”, finaliza.