Diretor de TI da Uniube participa de live sobre segurança de dados na nuvem

24 de setembro de 20
1 / 1

O diretor de Tecnologia da Informação da Universidade de Uberaba (Uniube), professor Luciano Lopes, participou, esta semana, da live “A nuvem já é uma realidade na sua empresa, certo?”, realizada pela Conteúdo Editorial. Mais de 100 pessoas acompanharam, ao vivo, e fizeram perguntas para os convidados. A live será disponibilizada, em breve, no canal “TV Decision”, no YouTube.


O evento tratou de questões relacionadas à segurança de dados na nuvem, vantagens e riscos de manter dados críticos nesses ambientes, bem como as estratégias que as áreas de tecnologia precisam adotar para proteger adequadamente as informações. Também discutiu a importância em manter o engajamento das pessoas envolvidas com o uso das plataformas de cloud computing (computação em nuvem), desde o nível técnico aos usuários da tecnologia.


“A computação em nuvem está consolidada como recurso computacional essencial para as empresas. A implementação de outras tecnologias inovadoras depende da computação em nuvem, e a pandemia evidenciou essa importância. Empresas que já adotavam cloud computing têm agora uma visão mais clara da sua relevância, e empresas que ainda não faziam uso dessa tecnologia agora dependem disso para a sua permanência no mercado”, explica Lopes.


Segundo ele, a Uniube sempre participa de eventos presenciais da Conteúdo Editorial, promotora do Congresso Security Leaders, do qual a Universidade já foi finalista apresentando cases de sucesso. Em função disso, ele mantém contato com os organizadores. Assim, surgiu o convite para ser um dos convidados da live. Além dele, participaram do evento: Arnon Gonçalves, da ArcelorMittal Sistemas; Caroline Assunção, do Banco BMG; Fernando Correa, da Unimed-BH; Raphael Hagi, da Take; Ricardo Leocádio, do Banco Mercantil; e Rogério Júnior, da Localiza.


“A live foi bastante oportuna em função da importância de promover mais discussões sobre um assunto que está no dia a dia dos líderes de tecnologia e, também, na rotina das pessoas. Nem todas as pessoas percebem que muitas atividades pessoais e profissionais dependem, na essência, da computação em nuvem”, comenta em relação à importância do evento.


Na opinião de Lopes, debates desta natureza, antes destinados apenas aos interessados pela tecnologia da informação, passaram a ser relevantes para profissionais de todas as áreas. “A transformação digital deste início de século está impactando centenas de milhões de indivíduos e afeta a permanência no mercado de trabalho dessas pessoas. A compreensão sobre a aplicação de tecnologias pode ser questão de sobrevivência”, finaliza.