Coordenadora do curso de Educação Física EAD da Uniube participa de Congresso em Cuba

26 de outubro de 18
1 / 5
2 / 5
3 / 5
4 / 5
5 / 5

A coordenadora do curso de Licenciatura em Educação Física da Uniube, na modalidade a distância, Sandra do Nascimento, participou no início deste mês da III Jornada Científica Internacional Del Cecess e da IV Reunión Anual de Red de Estúdios sobre Educación. Os eventos aconteceram em Cuba e tiveram o objetivo de promover estudos e divulgação de temáticas sobre as ciências da educação em aspectos gerais.


Durante o congresso, a professora apresentou o projeto “Metodologia para o diagnóstico de necessidades de aprendizagem para os alunos da educação básica”, que está desenvolvendo no Doutorado em Educação da Uniube. Acompanhada pelo  orientador, professor Dr. Orlando, ela enaltece que o trabalho teve bons comentários. “No Brasil, ainda não existe, de acordo com o levantamento de dados que realizamos, nenhuma metodologia com este nível de abrangência, já que nossa proposta é baseada na teoria histórico-cultural de Vygotsky, o qual considera como um dos principais pontos de partida para qualquer ação os aspectos histórico e cultural de cada pessoa”, explica.


Ainda segundo a professora, o que mais chamou a atenção nos eventos foi a profundidade científica dos trabalhos apresentados. “Muito bem fundamentados em teorias clássicas da educação na maioria das vezes. O comprometimento dos participantes com seus projetos e a preocupação notória de todos com a melhoria da educação no sentido de humanização do sujeito, independentemente de sua classe social, para que este consiga a autonomia necessária para viver dignamente, me deixaram impressionada”, complementa.


Para a coordenadora, é extremamente importante que docentes participem de eventos como esses. “Somos um dos principais agentes com poder de transformar um indivíduo, com o fim, entre outros, de levá-lo a se tornar sujeito de sua própria vida. O "pequeno" detalhe que não posso deixar de ressaltar é que para se promover tal ação a formação contínua do docente é fundamental, pois, do contrário, pode ser que ele não consiga se apropriar da criatividade necessária para exercer um papel significativo”, conclui.