Cônsul Britânico visita a Uniube e divulga programa de bolsas para o Reino Unido

03 de setembro de 18
1 / 8
2 / 8
3 / 8
4 / 8
5 / 8
6 / 8
7 / 8
8 / 8

A Universidade de Uberaba (Uniube) recebeu, na última quinta-feira (30), a visita do cônsul britânico em Minas Gerais, Thomas Nemes. Ele apresentou a alunos, professores e demais presentes o Programa Chevening, que oferece bolsas de mestrado no Reino Unido. O encontro aconteceu no ParqueLab Uniube, no Campus Aeroporto, e contou com a parceria da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo/Parque Tecnológico de Uberaba. Thomas foi recebido pelo pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão da Uniube, André Fernandes.


O Chevening é um programa mundial de bolsas de estudo do governo britânico, financiado pelo Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido (FCO) e organizações parceiras. As bolsas são concedidas a estudantes de destaque e profissionais protagonistas em suas áreas, com potencial de liderança para um programa de mestrado de um ano em qualquer área e em qualquer uma das principais universidades do Reino Unido.


“Não tem uma limitação de área. A gente, realmente, deseja diversidade. É tudo voltado ao plano da pessoa. Por ser um programa de nível global, pode se candidatar qualquer brasileiro. É preciso ter, pelo menos, uma experiência mínima profissional. Mas não têm limites de idade. Queremos abrir as portas para o maior número possível de pessoas. Ano passado, foi o primeiro ano que recebemos candidatos de todos os estados brasileiros e ficamos felizes em promover essa diversidade”, disse o cônsul britânico.


As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 06 de novembro. O endereço eletrônico é: chevening.org. O Programa Chevening cobre as passagens de ida e volta para o Reino Unido, anuidade do curso escolhido, taxas administrativas da universidade e, ainda, inclui uma quantia mensal em dinheiro para as despesas pessoais do aluno. Também estão inclusos o valor de emissão do visto para a Europa e um auxílio financeiro para instalação no país.


“Agradeço à Uniube, ao Parque Tecnológico e à Prefeitura de Uberaba pela oportunidade em divulgar o Programa de Bolsas. Espero poder divulgar mais vezes futuramente e dar continuidade. Estamos plantando a semente. Lembrando que a pessoa não precisa ter pressa para se candidatar já o ano que vem, mas que ela coloque em seu plano de carreira. Pode ser daqui um, dois ou cinco anos. A Bolsa existe desde 1983 e a gente deseja divulgar isso nas diversas regiões”, concluiu Thomas.