Conselheiros do CREA-MG visitam a estrutura EAD da Uniube

14 de junho de 19
1 / 8
2 / 8
3 / 8
4 / 8
5 / 8
6 / 8
7 / 8
8 / 8

O Campus Aeroporto da Universidade de Uberaba (Uniube) sediou, na semana passada, uma série de atividades do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA-MG). Mais de 70 conselheiros de todo o estado participaram do Seminário de Desenvolvimento Econômico Regional e da etapa preparatória para o 10º Congresso Estadual de Profissionais (CEP). Na ocasião, um grupo de engenheiros visitou o circuito da Educação a Distância (EAD) da Uniube.


Os eventos tiveram como objetivo discutir e propor estratégias da engenharia e da agronomia para o desenvolvimento regional e nacional, além de buscar transmitir conhecimentos técnicos e descentralizar os trabalhos do Conselho. Na mesma semana, foi realizada a Plenária do CREA-MG, reunião que é tradicionalmente feita em Belo Horizonte. “Essa é uma tentativa de deixar o CREA ainda mais aberto e aproximá-lo do profissional e da sociedade ao levar as suas atividades para o interior”, afirma o diretor Administrativo e Financeiro, o engenheiro civil Walmir de Almeida Januário.


Cerca de 130 propostas de desenvolvimento regional e nacional dentro de cinco eixos temáticos foram debatidas: inovações tecnológicas, recursos naturais, infraestrutura, atuação profissional e atuação das empresas de engenharia. As proposições foram elaboradas durante as reuniões preparatórias que antecederam a etapa regional, realizadas nas cidades de Uberaba, Uberlândia, Araguari, Ituiutaba, Iturama, Frutal, Araxá, São Gotardo, Patos de Minas e Patrocínio, em abril.


Visita à EAD


No último dia do evento, mais de 20 conselheiros do Crea-MG visitaram a estrutura da Educação a Distância da Uniube. “Grande parte deles são oriundos de cursos presenciais e, obviamente, são eles que habilitam as pessoas dentro do CREA para determinadas áreas. São eles que dão autorização para o funcionamento de cursos não presenciais depois da autorização advinda do MEC. E eles se surpreenderam com a estrutura da universidade, tanto que teceram um belo elogio a toda a equipe na frente do nosso Reitor, professor Marcelo Palmério. Deixaram claro que já tinham uma determinada noção do que nós apresentaríamos, mas por aquilo que viram in loco e aprenderam sobre EAD eles têm certeza dos tipos de direcionamentos que vão fazer para os cursos que vão autorizar a partir de agora”, ressaltou o gestor dos cursos de Engenharia EAD da Uniube.