Bolsistas do PIBID Uniube se destacam com apresentações de trabalho

15 de maio de 17
1 / 1

Estudantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência da Universidade de Uberaba (Pibid/Uniube) participaram do II Seminário Institucional do Pibid/UFTM e II Encontro de Formação de Professores do Triângulo Mineiro. O evento aconteceu de 10 a 13 de maio e contou com a apresentação de cinco trabalhos dos graduandos de Educação Física.  


Foram apresentados os trabalhos: Atletismo nas aulas de Educação Física: uma possibilidade cultural com os Jogos Rio 2016; PIBID/UNIUBE: construção de material pedagógico nas aulas de Educação Física escolar; Tiro Esportivo: uma vivência olímpica na escola; Educação Física Infantil: vivência na Ginástica Artística e PIBID/UNIUBE: por uma Educação Física culturalmente orientada. “O subprojeto Educação Física do PIBID/UNIUBE vem trabalhando com a inserção dos licenciandos do curso de Educação Física na escola campo desde 2014. As atividades são realizadas semanalmente na Escola Municipal Rural Celina Soares de Paiva”, explicou o diretor do curso de Educação Física, Silas Queiroz de Souza.


Segundo o professor Silas, as produções para esta apresentação foram desenvolvidas no ano passado e a escolha dos temas que foram debatidos em palestras, conferências e mesas redondas, contribuiu muito para a formação dos participantes. O bolsista do Pibid/Uniube, Maycon Assis contou que seu interesse em participar do Programa surgiu de um desejo de aprimorar o conhecimento. "Meu trabalho se trata de um projeto de pesquisa realizado na Escola Municipal Celina Soares de Paiva com alunos do 4° ano do ensino fundamental em agosto e setembro de 2015, sobre o Atletismo com a prova de velocidade de 100 metros. Ele foi projetado na perspectiva cultural aproveitando o interesse dos alunos nas olimpíadas realizadas no Rio de Janeiro como uma ferramenta motivacional e uma proposta de vivencias”, esclareceu.


Ainda de acordo com o estudante, a oportunidade de apresentar o trabalho e participar de eventos como este, valoriza a produção de conhecimentos com práticas consolidadas e trocas de experiência. “É quando podemos mostrar um pouco mais do currículo cultural as pessoas, que simplesmente se trata da abordagem de uma proposta pedagógica diferente das tradicionalmente conhecidas”, concluiu o estudante.