Associação de Voluntários do Sanatório Espírita continua ativa na Instituição

05 de julho de 21
1 / 1

A Associação de Voluntários do Sanatório Espírita de Uberaba, atual Instituto Maria Modesto, segue com as atividades junto à comunidade. O grupo tem o objetivo de promover, principalmente, ações voltadas para arrecadação de doações para o fortalecimento do cuidado ao paciente e a promoção e divulgação de eventos doutrinários. Dessa forma, auxilia os pacientes e familiares desde a internação à alta da Instituição.


Para dar continuidade às ações, foram eleitos, no último mês, uma nova Diretoria Executiva e Conselho Fiscal. O presidente do grupo de voluntários, Sergio Marçal, destaca o alinhamento da Associação às atividades assistenciais em Saúde Mental desenvolvidas no Instituto Maria Modesto. "O fato de termos uma nova gestão na Instituição não descarta, de nenhuma maneira, as doações em todas as suas formas (alimentos, roupas, recursos financeiros, trabalho voluntário) realizadas pela sociedade de forma ampla. Essas doações são revertidas aos internos e seus familiares, em sua maioria extremamente carentes, inclusive de alimentação", pontua o psicólogo.


As ações desenvolvidas pelo grupo já estão sendo potencializadas, inclusive com a oferta opcional de cuidados espirituais aos internados. "Buscamos sempre um modelo de construção de saúde que contemple o que prevê a Organização Mundial de Saúde, como um completo estado de bem-estar biopsicossocial espiritual. A tradição da religiosidade continua respeitada, e a Associação de Voluntários funciona como um elo nesse sentido", comenta a diretora clínica do Instituto, Jéssica Morais.


A Associação ainda pretende auxiliar o Instituto em necessidades pontuais como troca de leitos e campanha de itens específicos, como higiene pessoal, sempre voltados aos internos, já que, segundo o presidente Sérgio Marçal, o recurso recebido do SUS acoberta as despesas básicas, mas não é suficiente para melhorias. "Outras frentes de trabalho estão sendo empreendidas, como o projeto para a construção de uma livraria espírita no entorno do Sanatório. Entretanto, destaco que todas as ações somente serão possíveis se a sociedade continuar a abraçar a Instituição, demanda crítica, diante da queda grave das doações nos últimos 45 dias", destaca.


Recentemente, reuniões foram feitas, junto à gestão do Mário Palmério Hospital Universitário, para traçar estratégias relacionadas às atividades da associação. "Acreditamos que é de suma importância que a comunidade, que sempre apoiou e sempre contribuiu com as ações do Sanatório, continue participativa, prezando sempre o bem-estar do paciente que ali se encontra, as melhorias nas instalações e as adequações que são necessárias para a manutenção de uma assistência de qualidade. Queremos contar com isso e consideramos a associação como um parceiro em potencial para que todas essas ações tenham continuidade", finaliza a diretora do MPHU, Denise Monteiro.


As doações devem ser feitas no próprio Instituto, na sala da associação. Todos os auxílios são cadastrados e distribuídos para as devidas prestações de contas à sociedade, de modo solidário, responsável e transparente.