Alunos do Curso de Ciências Contábeis se destacam no exame do CFC

25 de março de 21
1 / 1

Dos alunos formados no Curso de Ciências Contábeis da Universidade de Uberaba (Uniube), em 2020, e que prestaram o Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), 62,5% deles foram aprovados. O percentual de aprovação dos alunos da Uniube, segundo a gestão do Curso, foi maior que as médias nacional e estadual.


Os números foram divulgados pela diretora dos Cursos de Gestão, professora Thaís Duarte. Para ela, esse resultado mostra a eficácia da Universidade ao ofertar um currículo inovador e alinhado com as demandas do mercado.


No fim do ano passado, em palestra de fechamento do XII Encontro Nacional de Coordenadores e Professores do Curso de Ciências Contábeis (ENCPCCC), foram divulgados os números gerais de aprovados por região. A região Sul alcançou a maior margem nacional, com 46,32% de aprovação. A segunda posição ficou com o Sudeste, que obteve 41,44% de aprovados. Só em Minas Gerais, o estado alcançou o percentual de 44,58% de aprovados.


"Para nós, é muito gratificante acompanhar o excelente desempenho de nossos alunos frente às exigências do mercado e do conselho. Nosso curso de Ciências Contábeis conta com um corpo docente qualificado, focado em formar profissionais aptos, que tenham visão técnica, estratégica e empreendedora", pontua a diretora dos Cursos de Gestão.


Segundo o professor de Ciências Contábeis, Gilmar Gonçalves, todos os alunos aprovados tiveram, pelo menos, um semestre de aulas remotas, portanto a aprovação mostra a eficiência no ensino e comprometimento dos alunos. "Todos os alunos aprovados tiveram, pelo menos, um semestre de aulas remotas. As aprovações demonstram que, mesmo em pandemia e com aulas on-line, a qualidade do ensino permanece", avalia.


O registro no CFC é obrigatório para profissionais que atuarão como contadores e outras mais de 40 atribuições privativas atribuídas aos profissionais contábeis, como auditores e peritos contábeis, controller, educadores e etc. O exame tem o objetivo de comprovar conhecimentos consoantes aos conteúdos programáticos desenvolvidos ao longo do Curso de Ciências Contábeis.


Muito estudo


Bruno Francisco, aluno do 8º período de Ciências Contábeis, é um dos nomes da lista de aprovados no CFC em 2020. Para ele, um dos principais pontos que o ajudou no êxito no resultado foi a metodologia de ensino do professor da Uniube Alexandre Pedrosa. "Alexandre foi o principal ponto de inflexão para que eu pudesse desenvolver os estudos. Ao fim de toda aula, ele nos entregava uma lista sobre as principais perguntas dos concursos e nos direcionou em relação a quais normas contábeis focar na hora do estudo, assim, continuei estudando pelos períodos seguintes. No dia que recebi a notícia fiquei extremamente feliz e aliviado. Foi a primeira vez que tentei a aprovação do CRC, não havia feito antes", pontua.


A aluna do último período, Luana Cristina, também conseguiu a aprovação na primeira tentativa. Para ela, o resultado positivo se deu por conta da interligação entre estudos e prática no escritório contábil no qual trabalha desde o início da faculdade. De acordo com Luana, a chegada da pandemia não atrapalhou sua rotina de estudos, pelo contrário, fez com que ela se reinventasse.


"A chegada da pandemia nos fez reinventar. Costumo muito repetir uma frase que escutei do Prof. Alexandre Pedrosa: 'somos seres adaptáveis, isso nos dá uma grande vantagem diante dos demais', e fiz disso minha lógica para estudos e para a vida, ou seja, o quanto estou disposta a fazer por mim me dá a força necessária para lutar por aquilo que almejo e consequentemente ter resultados positivos e os negativos usamos como experiência, porém sempre é um aprendizado", comenta. 


Para os alunos que não conseguiram aprovação, Luana aconselha: "Você não é sua reprovação, talvez seu dia ruim chegou justo no dia da sua prova, porém o ato de tentar já o faz glorioso(a), só não passa aquele que desiste, portanto persista", finaliza.


A ex-aluna Bruna Gobbo, formanda de 2020, conta que realizou o exame enquanto estava no último período e que optou por ajudas on-line durante todo o processo de preparação para a prova. Em lives de professores influenciadores que ela conheceu nas redes sociais, Bruna intensificou seu aprendizado e obteve bom resultado. "Por ter esse suporte na internet, acabou que o estudo pela tela do computador permaneceu. Valeu a pena todo o esforço, o certificado e a carteirinha estão aqui no meu nome", comemora.


Essa foi a segunda vez que Bruna tentou a aprovação do CFC. Aos colegas de Curso que ainda irão prestar a prova, a aluna aconselha buscar métodos que contribuam para o que é aprendido na sala de aula e não desistir. "A prova não é tão medonha assim, não desistam na primeira tentativa. Eu mesma passei na segunda", compartilha.