Alunos de Audiovisual visitam estúdios de série da Netflix

27 de setembro de 19
1 / 1

*Com informações da Plugue, agência de comunicação experimental do curso de Jornalismo


Alunos e ex-alunos do Curso Superior de Tecnologia em Produção Audiovisual acompanhados do professor de Oficina de Projetos 4, Direção de Fotografia e Roteiro e Produção de Ficção, Filipo Carotenuto, visitaram os estúdios da Netflix. A excursão partiu de Uberaba na madrugada do dia 15 de setembro, domingo, e chegou em São Paulo de manhã, partindo direto para os estúdios de som, da produtora Imput Som Arte Sonora.


A visita técnica foi para conhecerem os estúdios da série brasileira “3%”, do canal de streaming  Netflix. É a segunda vez que o professor Filipo Carotenuto faz essa visita que oportuniza aos alunos terem contato com o mercado de trabalho da economia criativa. A primeira visita aconteceu no ano passado, durante a gravação da terceira temporada da série.


Segundo o professor, a ideia surgiu a partir de uma conversa com o amigo e produtor executivo Tiago Mello, dono da Boutique Filmes, empresa responsável pela produção da série 3%. “Uma coisa legal que descobrimos é que ninguém mais faz essa visita, não é algo comum que eles fazem“, conta o professor.  Ele complementa ainda que essa experiência é importante para que os alunos possam ver na prática, tudo o que aprendem na faculdade.  


A série 3% narra a trama de habitantes de um mundo no qual cada morador, ao completar 20 anos, pode se inscrever em um processo seletivo cruel para ir ao outro mundo, o Lado de Lá. Apenas três por cento dos inscritos são aprovados e aceitos em um mundo melhor. 


Em São Paulo, os estudantes conversaram com o criador da série, Pedro Aguilera, que contou todos os trâmites para a compra da série pelo canal de streaming. Além disso, Pedro enfatizou que demoraram quase dez anos para que tudo se alinhasse. O projeto começou com ele e mais três amigos de faculdade, Daina Giannecchini, Dani Libardi e Jotagá Crema, diretores da produção. 


Os futuros profissionais do Audiovisual da Universidade de Uberaba estarão preparados para o mercado de trabalho. Vale lembrar também que o curso Tecnologia em Produção Audiovisual é nota 5 na avaliação de reconhecimento realizada em agosto, pelo Ministério da Educação.  De acordo com o site do ministério, “alcançar nota máxima no MEC significa que o curso representa efetivamente o que se espera de um curso em termos de qualidade e excelência.”