CINEHIST - Presencial | Uniube
Imagem Ilustrativa - Cursos de Extensão
Modalidade:
Local:
UBERABA (MG)
Área:
Multidisciplinar
Email:
Ver email

CINEHIST

INVESTIMENTO

Gratuito

170 vagas presenciais por ordem de chegada

Quero saber mais

O que é CINEHIST ?

O cinema é o lugar onde vamos nos divertir com o espetáculo de sombras, mas também a presença da realidade que "se desfaz e se altera", escreveu Jacques Rancière. Na abertura de seu livro As distâncias do Cinema, o filósofo franco-argelino narra um episódio revelador para nossa abordagem sobre o cinema. Por ocasião de uma conferência de abertura de um evento, Rancière relembraria as cenas de um filme italiano (Viagem à Itália, de Roberto Rossellini) e faria as devidas conclusões acerca daquela passagem. Na véspera da ocasião, ao rever o filme, se surpreendeu, pois a cena não existia. A passagem é simbólica para o autor uma vez que ela ilustra a multiplicidade no cruzamento de fronteiras entre as artes, a razão, verdade e ficção. O projeto Cinehist se apresenta com essa simbólica passagem para afirmarmos enquanto exercício da heterogeneidade. Afirmamos de antemão que a potência e as características do cinema podem se cruzar, fazer comunicar as fronteiras de nossa sensibilidade e permitir a visibilidade de um campo de imanência. Pode fazer recriar uma lembrança refeita pelas nossas palavras, mas também revelar a distância daquilo que realmente se projetou. Pode nos fazer questionar o quanto de ficção existe em nosso conceito de realidade. Da forma mais amadora possível, o cinema que nos interessa se apresenta pela potência de embaralhar duas fronteiras bem desenhadas pelos regimes de identificação das artes até o advento da modernidade, aquele que recusa divisão entre o juízo sensível e a faculdade da razão. Isto é, que não submete a ficção ao conceito mimético de imitação da realidade, submetendo a liberdade criativa aos rigores das divisões mais duras entre aquilo que existe e aquilo que é invenção. O projeto denominado CineHist pretende entrelaçar esses conhecimentos. Enquanto uma ferramenta múltipla, o cinema pode preencher e abrir espaços sensíveis, mas sobretudo, pode vir a ser o que o espectador quiser. É nosso interesse permitir que esse estudante, professor, pesquisador construa sua própria relação de ensino-aprendizagem e vivencie sua energia criativa. Que o cinema do qual ele se aproprie possa se tornar uma inspiração, um fragmento de poesia e uma oportunidade de construir horizontes de liberação. Que possamos desfrutar das imagens, sons, palavras emancipadas das hierarquias ficção/realidade, verdade/mentira, e consigamos perceber as posições radicalmente iguais, afirmando a singularidade do julgamento da arte pertencente a qualquer um.

PÚBLICO-ALVO

- Alunos do Curso de História EAD Uniube. - Alunos convidados de outros Cursos EAD e Presencial Uniube. - Alunos convidados de outras IES. - Alunos convidados da Educação Básica. - Professores e pesquisadores da Comunidade que se interessem por cinema e história.

OBJETIVOS

O intuito desta proposta é se agregar aos projetos já instituídos pelos cursos da Universidade de Uberaba que se propõem a criar um espaço de discussão sobre as obras do cinema. Pensamos em estender as reflexões já existentes para os cursos no que se refere à formação humana, ética e cidadã. Promovendo debates de interesses públicos como os direitos humanos, heterogeneidade, tolerância, democracia, entre tantos outros, pretendemos propiciar ao participante, professor e comunidade universitária, a reflexão e a crítica em prol de uma sociedade mais justa e tolerante. O projeto, que parte dos cursos de História (Licenciatura e Bacharelado) pretende utilizar as exibições e debates como forma de extensão das discussões já existentes nas disciplinas da grade de história Geral, da América e do Brasil, onde o cinema aparece como fonte, conhecimento e formador de uma narrativa sobre acontecimentos de nossa história. Vimos também a necessidade de aprofundar as vivências acerca das abordagens de objetos artísticos, já presentes nas disciplinas de Historiografia contemporânea, História Cultural: Artes e literatura. A possibilidade de extrair dos filmes visibilidades, singularidades, narrativas e imagens que dialoguem com períodos históricos, permite ao estudante ultrapassar a ideia de que filmes emitem verdades, ou mentiras sobre o passado. Com o projeto buscamos, ainda: ¿ Promover um debate crítico sobre questões históricas, políticas, socioculturais, historiográficas e artísticas; ¿ Explorar a relação entre cinema e história como instrumento para o ensino e a pesquisa; ¿ Possibilitar aos alunos EAD um convívio no ambiente universitário e o conhecimento de práticas e ferramentas tecnológicas para a formação docente.

DIFERENCIAIS

  • ATOS LEGAIS

    Universidade de Uberaba - Reconhecida pela Portaria nº 544 - MEC de 25/10/1988 - D.O.U. 26/10/1988). Credenciada pela Portaria nº 1.871, de 02/06/2005 (D.O.U. Nº 105, DE 03/06/2005). Aprovado pela Resolução nº 04/2003, de 17/06/2003. RECREDENCIAMENTO EAD - Portaria nº 347, de 9 de abril de 2018 (D.O.U. 10/04/2018)
  • ESTRUTURA CURRICULAR

    28/06/2022 - 19:00 às 22:00

    EXIBIÇÃO DO FILME: CINEHIST: A VERDADE ALÉM DAS PALAVRAS

    MESA-REDONDA

    PARTICIPANTES: ALDIONEY PEREIRA DE MELO / DOUGLAS ALVES CORREA / HELENA BORGES FERREIRA / MAURICIO JOSE DE SOUSA JUNIOR

  • CARGA HORÁRIA E DURAÇÃO DO CURSO

    03 horas

    28/06/2022

    19:00 às 22:00

    Presencial - Anfiteatro 2D56

    Transmissão ao vivo pelo link: https://youtu.be/f02c94XlU8g

Você também pode se interessar por esse(s):

Ops... Seus filtros não se encaixam em nenhum resultado!


Tente novamente com outros valores.